quinta-feira, 14 de junho de 2012


6° Encontro Pagão de Uberlândia

Os Caminhos Sagrados


Dia: 14 de outubro de 2012
Horário: das 7:00 às 20:00
Local: Alameda Jardim Holanda, 766. Bairro Jardim Holanda
Informações: 8866-8132 oi / 9226-9006 tim

Mito drama
“A Descida da Deusa”

Feira Pagã com a presença de:

Valores
1° lote:
11/06 a 05/08 – R$ 100,00
2° lote:
06/08 a 05/09 – R$ 110,00
3° lote:
06/09 a 12/10 – R$ 120,00
4° lote:
13 e 14/10 – R$ 140,00

Formas de Pagamento:
Dinheiro, Pagamento Online ou Cartão (parcelamos em até 3x)
Valor inclui:
Almoço, Coffee break e transporte de retorno (até o terminal central)

Inscrições Abertas

Link do pagamento digital será disponibilizado em breve

Caminhantes
Bandruir - Caminho Druida
Danilo d'Oxaguian - Caminho Afro-Brasileiro
Pietra di Chiaro Luna - Caminho Strega
Natália Greidinger - Caminho Xamã
Hypátia Etena Mari, Roden Maellchwn Conall e Veni Morais - Caminho Wiccaniano

video

domingo, 5 de fevereiro de 2012

5º Encontro Pagão de Uberlândia

O Evento foi um Sucesso

Agradecemos aos Deuses Antigos e a todos os presentes no evento.

5º ENCONTRO PAGÃO DE UBERLÂNDIA
 OS ELEMENTOS

Pela terra, que é o corpo da Deusa,
Pelo ar, que é o sopro Dela,
Pelo fogo, que é o espírito Dela,
E pela água, de seu útero condescendente e vivo,
Abençoados sejam os elementos da vida.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Os 8 Sabás da Roda do Ano


Os 8 Sabás da Roda do Ano

Beltane – Noite do dia 31 de Outubro e 1 de Novembro

Descrição

Celebração considerada o oposto a Samhain na Roda dos 8 Sabá anuais, os dois maiores Festivais do Fogo da tradição Celta, indicando o início do verão e o final do inverno.
É reconhecido como o casamento sagrado da Deusa e do Deus, a união entre o Céu e a Terra.
Neste Sabá os antigos povos acendiam as Fogueiras de Beltane com às 13 madeiras sagradas, elegiam a Senhora e o Senhor da Terra e levantavam o Mastro de Maio (May Pole) que representava a união da Deusa e do Deus, o mastro representava o falo e as fitas inicialmente de cores branca (sêmen) e vermelha (sangue menstrual) a vulva. Estas são atividades que simbolizavam toda a abundância e a prosperidade da terra.
Neste Grande Sabá o Deus entra em sua fase adulta, transformando-se  num verdadeiro homem que deseja ardentemente a Deusa, simbolizando toda a energia viril e a potência masculina da natureza.
Beltane ou Bealtaine significa literalmente "fogos de Bel", homenagem ao Deus do amor Bellenos, também chamado pelos antigos Celtas como Angus.
A Deusa e o Deus alcançam o auge da sua vitalidade e vigor. O calor do Sol e a exuberância da natureza representam a sua paixão, culminando na união sagrada da Deusa da Terra e do Deus da Vegetação, personificados nas figuras do Homem-Verde e da Rainha do Verão.
Casais costumam pular as fogueiras para atrair a boa sorte, fertilidade (Na Religião Antiga, a palavra "fertilidade" significa o desejo de produzir mais nas fazendas e nos campos e não a atividade erótica por si só.) e abundância para suas vidas.
Os homens faziam guirlandas de flores e as mulheres de folhagens e cada um presenteava seu amante.
Época excelente para fazer encantamentos de cura, amor e prosperidade, além de celebrar uniões já feitas. (Handfasting é o compromisso tradicional pagão, que durava um ano e um dia, podendo ou não, ao término deste período, ser renovado. Sendo realizado o ritual contrário Handparting.).
Deixavam-se oferendas para o Povo das Fadas, pedindo-lhes a abertura da visão sutil e o conhecimento do uso mágico das ervas e pedras.
Era tradicional levantar duas fogueiras onde pastores passavam seus gados e criações por entre elas purificando-os e pedido por tempos de boas colheitas.
Durante este período os antigos pagãos não celebravam novas uniões, pois neste período era totalmente concedido a celebrar a união do Casal Sagrado.
A atmosfera deste Sabá é de excitação, celebração da sexualidade e da fertilidade (lembre-se: a conotação aqui é a de ter colheitas fartas e rebanhos numerosos) conscientização dos impulsos e das reais necessidades, harmonização e complementação de opostos. Durante o ritual muito alegre pessoas celebram com muitas danças e músicas.
Reverenciavam-s os Seres da Natureza ofertando-lhes frutas, leite, mel, cristais e contas coloridas, realizando-se encantamentos amorosos enquanto trançam-se fios ou fitas.
Na época dos antigos Druidas, bolos de Beltane eram divididos em porções iguais, retirados em lotes e consumidos como parte do rito do Sabá, mas antes da cerimônia, uma porção do bolo era escurecida com carvão, e o infeliz que a retirava era chamado de "bruxo de Beltane", e tornava-se a vítima sacrificial a ser atirada na fogueira ardente. Nas Terras Altas da Escócia, os bolos de Beltane são usados para adivinhação, sendo atirados pedaços deles na fogueira como oferenda aos espíritos e deidades protetoras.

Mini-mito drama
Conduza uma visualização aos seus convidados com um instrumento rítmico levando-os a uma viagem e não se esqueça de trazê-los de volta ao aqui e agora.
Fechem os olhos e sentem-se em uma posição confortável.
Você se encontra no meio de uma floresta fechada. Olhe para os lados e veja árvores. De repente você nota que um grupo de homens se aproxima. Eles gritam como se estivessem sinalizando. Você se levanta e este grupo se aproxima cada vez mais. São gritos de animais, você não sabe dizer: macacos, leões, lobos, sapos... são sons feitos por homens representando a alegria dos animais ou de sua tribo. Você os acompanha e eles saem das matas. Veja que no centro deste grupo um rapaz parece se destacar. Ele está todo ensangüentado e usa uma galhada em sua cabeça. Atrás dele homens seguram o corpo inerte de um cervo. Você então se lembra: O Grande Sacrifício aconteceu. Este era um ritual muito antigo para eleger o Gamo Rei. Na aldeia a sua frente, fogueiras começam a serem acesas e pintadas começam a girar tochas de fogo. Toda a tribo está feliz, pois seu líder retornou são e salvo e ele será coroado rei. Agora é hora do Casamento Sagrado. Ele se direciona a uma gruta. Na porta desta gruta há mulheres com seus corpos pintados e seios a mostra. Elas jogam flores sobre ele e abrem caminho. Ele entra na gruta e as danças continuam. Você se entrega a dança deles. O ritmo é contagiante. Vocês giram em roda, vocês se abraçam, beijos vêem de toda a parte. Você levanta seus braços aos céus e olha para cima e vê mais um casamento sagrado acontecendo. O Sol... A Lua... os dois são um. Um eclipse. Um êxtase total invade seu corpo e você grita com sua tribo. (Faça um som de grito e incentive a todos para fazerem o mesmo).
A luz do sol começa a voltar e a se intensificar. Todos começam a se dirigirem para a gruta e você os acompanha. De dentro nota-se que um casal sai de lá. Um casal jovem, semi-nus, alegres se beijam para a tribo. Ele usa uma coroa de folhas verdes e Ela uma coroa de flores. Tão mágico aquele momento que em alegria todos agradecem. Viva este momento único. Saiba que você faz parte desta alegria. Da alegria de viver e de poder estar na presença dos Deuses. A festa continua e você se senta para comer e beber. Assim as horas passam como em segundos. Você decide descansar um pouco e se apóia.
Agora é hora de retornar. Quando eu contar até três vocês abrirão seus olhos estarão volta aqui comigo.
1...2...3...

Decoração sugerida
Levante o mastro, acenda duas fogueiras ou caldeirões, decore seu altar com velas coloridas, um belo bouquet, cesta de frutas vermelhas e espalhe flores. Espalhe gemas (pedras) coloridas como: esmeralda, cornalina laranja, safira, quartzo rosa e outros.
Objetos: guirlandas de flores e folhagens, fitas coloridas, imagens de casais, cristais coloridos.
Cores: vermelha, branca, amarela, verde, azul claro.
Incensos: aromas florais e exóticos, rosa vermelha, patchouli, madeira do oriente, almíscar, melissa, hibisco, gerânio.

Artesanato sugerido
Mini mastro de Beltane para seu altar

Material:
¬     1 galho grosso de árvore de mais ou menos 30 cm
¬     Diversas fitas de cetim coloridas de 30 cm cada
¬     Disco de madeira de 30 cm de diâmetro
¬     Cola quente
¬     Pistola de cola quente
¬     Flores de plástico de várias cores (ou natural desidratada – se preferir)
¬     1 arame fino de 80 cm
¬     Musgos secos (ou folhagens colhidas)
¬     Cristais coloridos

Cole o galho no centro do disco. Faça um circulo com o arame de mais ou menos 15 a 20 cm de diâmetro onde se forma uma cruz dentro dele e cole no topo do galho. Cole as fitas no arame e deixe-as caírem do arame em direção do disco na extensão do galho. Cubra o arame com flores. Cole musgo seco para cobrir o disco e cole flores junto. Cole cristais nas extremidades do disco formando um círculo.

Prato sugerido
Prato Salgado
Nome: Rocambole de Carne Recheado
Tempo de Preparo: 40 minutos
Rendimento: 12 porções
Ingredientes:
Massa
¬     1 kg de carne moída
¬     4 dentes de alho
¬     1 cebola
¬     3 ovos
¬     100 g de queijo ralado
¬     1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
¬     Temperos a gosto
Recheio
¬     200 g de presunto
¬     200 g de mussarela
¬     2 cenoura cortada em rodelas
¬     3 ovos cozidos
¬     1 cebola
¬     1 xícara (chá) de azeitonas
¬     Temperos a gosto

Preparo:
Em um recipiente, tempere a carne com o alho, a cebola, o queijo ralado, os ovos levemente batidos e temperos a gosto (sal, orégano, salsinha e pimenta). Misture à cada ingrediente adicionado. Acrescente a farinha e mexa com as mãos. Abra a carne temperada sobre um pedaço de papel alumínio, untado com óleo. Coloque as fatias de presunto e mussarela, a cenoura, os ovos, as azeitonas, orégano, cebola e pimenta (opcional). Enrole a carne e coloque-a em uma assadeira retangular. Leve ao forno a 180ºC (médio) por 25 minutos.
Informações Adicionais
Dica: se você desejar regue com molho de tomate antes de levar ao forno.

Prato Doce
Nome: Ponche Não Alcoólico de Frutas
Tempo de preparo: 10 minutos
Rendimento: 30 porções

Ingredientes:
¬     1 litro de Soda ou Água com gás
¬     1 litro de suco de uva
¬     2 cachos de uvas cortadas ao meio sendo uma com cor clara e outra escura
¬     5 kiwis descascados e em fatias
¬     3 carambolas cortadas em forma de estrela
¬     1 manga cortada em pequenos cubinhos
¬     3 folhas de hortelã amassadas
¬     3 maçãs cortadas em cubinhos
¬     3 peras cortadas em cubinhos
¬     1 abacaxi cortado em cubos
¬     Gelo

Preparo:
Em uma poncheira adicione o suco de uva e as frutas já cortadas. Depois junte as folhas de hortelã e mexa tudo. Na hora de servir acrescente o gelo e o refrigerante ou água com gás. Servir em copinhos pequenos ou tacinhas pequenas enfeitadas com as frutas sortidas para dar um visual.

Ritual sugerido
Aqui sugeriremos um passo a passo para celebrar seu ritual, os quais poderão ser adaptados de acordo com sua necessidade tendo um toque dos participantes do ritual.

Material necessário:
¬     1 guirlanda com folhagens e flores
¬     8 velas verdes
¬     taça do altar com vinho
¬     Athame
¬     Frutas de todas as cores
¬     1 Pacote de Beltane, com nove galhos colhidos de lugares diferentes
¬     álcool de cereais

PROCEDIMENTO: Coloque o taça ao meio do altar, circunde-o com as 8 velas verdes. Enfeite o seu altar com as frutas, de forma que ele fique bem colorido e alegre. Trace o seu círculo e então diga.

“Hoje chamamos a Deusa e o Deus para que fecundem toda a Terra e para que os campos, gados, homens e mulheres sejam férteis”.

Acenda as velas e ao acender cada uma diga:

“Com este fogo sagrado o Inverno se afasta e o Verão se aproxima”.

Eleve a guirlanda, dizendo:

“Este é o Círculo sagrado do renascimento o símbolo da união que traz alegria à Terra”.

Coloque-a sobre o altar, de forma que o taça fique no meio do vão da  guirlanda. Acenda o seu caldeirão, enquanto diz:

“Neste caldeirão, brilha a chama de Bel, O fogo da Primavera que chama o Verão. Assim a Roda do Ano gira mais uma vez. Este é o fogo de Beltane. Que ele traga alegria e paz”.

Coloque o seu pacote de Beltane no fogo do caldeirão, dizendo:

“Com estas 9 madeiras sagradas eu chamo o Verão para trazer felicidade à Terra e riqueza ao mundo”.

Pule o caldeirão, pedindo pela purificação e fazendo um pedido.
Segure suo cálice com a mão esquerda e o athame na mão direita. Eleve-os, dizendo:

“Mãe e Pai eternamente representados aqui pela taça e athame, Eu uno o masculino e o feminino para que a Terra seja fertilizada. Que a união da Deusa e do Deus possa sustentar a Terra”.

Mergulhe a lâmina do athame no vinho. Beba um pouco e faça uma libação em homenagem aos Deuses. Coma uma fruta e faça seus pedidos mentalmente. Dance e cante em honra à Deusa e ao Deus.

Destrace o Círculo.

(fonte: WICCA para todos de Claudiney Prieto)